CBShalom

Loading...

BEM-VINDO...BIEN VENIDO...WELCOME

Estamos iniciando nosso blog que pretendemos manter ativo, informativo, renovado e interativo com nossos amigos.
Será, sem dúvida, provocativo pelo seu teor de temáticas de abordagens sobre a espiritualidade no Reino de Deus.


Porém, sempre uma espiritualidade de valores transcendentais encarnados no quotidiano da vida. Jamais, ópio alienante da realidade tanto existencial como eterna, em Cristo Jesus.


Sejam todos bem-vindos ao nosso blog Caminho do Reino...

CBShalom Internacional

Loading...

Qual a diferenca entre religiao e reino de Deus?

Pesquisar este blog

Seguidores

segunda-feira, 2 de maio de 2011

O PRINCÍPIO DA FAMÍLIA SACERDOTAL

By Ap. Jota Moura

“Eis aqui estou eu e os filhos que Deus me deu.” (Hb 2.13d)
Entramos no mês de Maio, considerado o mês da família por muitos do povo de Deus.
Ensejando o mesmo, vamos tratar de um princípio bíblico pouco conhecido e enfatizado nos púlpitos das igrejas.

1. FUNÇÃO REDENTORA DA FAMÍLIA
Quando o Senhor Deus criou a raça humana na Terra, começou com uma só família - Adão e Eva (Gn 1.27-28, At 17.26).
Quando a raça já decaída e multiplicada tendo o pecado proliferado trazendo o juízo diluviano, o Senhor encontrou na família Noática o liame de preservação da humanidade (Gn 7.1, Hb 11.7).
Quando chegou o tempo providencial na economia Divina de preparar um povo como canal da Revelação Especial, aconteceu o chamado de Abrão e Sarai (posteriormente – Abraâo e Sara) para serem o tronco patriarcal da nação messiânica (Gn 12.1-3, Rm 4.13).
Quando a nação israelita fora liberta do cativeiro egípcio sob a liderança de Moisés, recebeu no Sinai entre outras, instruções de constituir Aarão e seus filhos como sacerdotes do seu povo (Êx 28.1-2, Hb 7.5).
Finalmente, quando chegou a plenitude dos tempos Deus enviou Seu Filho Unigênito a fim de resgatar Suas criaturas e a Terra maculados pelo pecado, escolheu José e Maria como progenitores do Messias JESUS (Lc 2.4-7,Gn 3.15, Gl 4.4-6).
Estes fatos bíblicos entre outros, mostram o plano especial do Criador para a família. Ele quer constituir e comissionar famílias comprometidas com os propósitos do Seu Reino sacerdotal (Ap 1.5-6, 5.9-10). Famílias conscientes do seu chamado para exercer governo sacerdotal conquistando nações para Cristo (Êx 19.6, Sl 2.8). Aleluia!

2. NÍVEIS SACERDOTAIS REVELADOS
Costuma-se dizer que - filho de peixe é peixinho, filho de ovelha é ovelhinha. Mas, filho de crente não é crentinho, e nem filho de pastor é pastorzinho! Entendo perfeitamente a ênfase que se quer dar a experiência personal da salvação bem como ao chamado do ministério. Que não são hereditários e nem transferíveis de pais pra filhos. Porem, lamentamos a exacerbada ênfase individualista que ofusca a promessa inclusiva de Deus para a família, tanto na salvação como no ministério (At 16.31, Js 24.15d). Um estudo acurado das Escrituras Sagradas revela que o Senhor nunca desfocou a família e trabalha para edifica-la tanto na Terra como nos Céus (Ef 3.15). Daí, alinhamos em esboço os níveis sacerdotais revelados.
1) O Sacerdócio Aarônico - Encarnado pela tribo de Levi era predominante na Antiga Aliança, tipifica o ministério em nível religioso introdutório e representativo do povo diante de Deus e de Deus diante do povo (Hb 7.8-12). Propedêutico e transitório, portanto.
2) O Sacerdócio Real - Inaugurado por Jesus Cristo em Sua Encarnação, nos corações de todos que confessam Seu Senhorio e que vivem para implementar Seu domínio nos corações e no Mundo pela proclamação do Evangelho do Reino (1 Pe 2.9-10, Ap 11.15, Mt 24.14). Missional e profético!
3) O Sacerdócio Melquisedequiano - Tipificado em Melquisedeque contemporâneo de Abraão, fala do sacerdócio do Messias JESUS que inaugura a Nova Aliança Eterna, revelando o Emanuel - Deus conosco (Hb 7.1-3,14-17). Experimental e eterno...

Não temos nenhuma Escritura Sagrada que chancele a revogação do chamado da família ao sacerdócio generacional. Devemos passar a tocha sacerdotal, tanto para nossa linhagem de família natural (biológica) convertida a promessa Divina como a família espiritual (Igreja) chamada por Cristo para fora da religiosidade de consumo da graça barata. Cheguemos ao sumo-sacerdócio de Melquisedeque. Até que ELE venha!
 Honolulu(HI)-May 01, 2011.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.